Compartilhe

AMURC repudia troca de nome da região do Contestado

Publicado em 02/12/2019 às 18:24 - Atualizado em 02/12/2019 às 18:25

Indignação. Este é o sentimento que aflora nos municípios que integram a Associação dos municípios da região do Contestado, após a Secretaria de Estado de Santa Catarina (SANTUR) trocar a nomenclatura Vale do Contestado por Vale dos Imigrantes.

Segundo a SANTUR todo o processo foi realizado com a transparência necessária.

No entanto, não é o que diz a AMURC. Segundo a Associação, nenhum prefeito que integra a entidade e muito menos a AMURC foi comunicado deste processo. “Se o desejo era de trocar, o mínimo que deveriam fazer era nos comunicar, nos chamar para a discussão. Se fizeram alguma audiência, fizeram direcionada para quem tem interesse, nós não fomos convidados. Quem é envolvido, deve ser ouvido”, destacou o Secretário executivo da entidade Valdir Tagliari.

Com a alteração, o Ministério do Turismo passa a reconhecer a nossa região não mais de Vale do Contestado, mas sim por Vale dos Imigrantes.

“É uma afronta à nossa história. A sensação que temos e que querem jogar para baixo das cinzas tudo o que foi vivido nesta região. Nem mesmo os deputados de nossa região sabiam desta situação. Com o tempo iremos descobrir o que está por trás desta decisão, quem realmente estão querendo beneficiar”, comentou Tagliari.

Valdir ressaltou, no entanto que a Associação continuará com a mesma nomenclatura. “Não tem por que mudar. Nós estamos na região do Contestado”, finalizou.

O deputado curitibanense, Nilso Berlanda, usou a tribuna da ALESC para manifestar sua indignação. “Devemos considerar a história da nossa região, do nosso povo, que tanto sofreu com as batalhas que por ali passaram. Desconsiderar esse movimento histórico e original é tentar apagar a memória da nossa brava gente. Não houve debate, não houve consulta”.


Rua Cornélio de Haro Varela, 1835, Água Santa, Curitibanos - SC
CEP: 89520-000